Mestre Rubens Saraceni e a Magia Divina

Antes de falar sobre Magia Divina é importante falar um pouco sobre o precursor dessa técnica de cura:  Rubens Saraceni (in memoriam).

Rubens têm  fama de  homem simples mas com um conhecimento profundo sobre a espiritualidade e as energias da criação do Universo.

De uma família do interior, conviveu com a espiritualidade desde a infância. Sua vó uma benzedeira que passou a tradição a sua mãe.

Vindo do interior para São Paulo, coincidentemente foi morar próximo de um Centro Espiritual, na zona leste, tendo como vizinhos umbandistas.

Conheceu e vivenciou a espiritualidade em casas espíritas e terreiros de Umbanda tanto como médium de trabalho como um influenciador de mudanças significativas na Umbanda durante toda a sua vida. Descortinou conhecimentos mais profundos, codificou o que chamou de Umbanda Sagrada e escreveu sobre rituais e maneiras novas de olhar a Umbanda e os Orixás, escreveu dezenas de romances e além disso  iniciou a divulgação da Magia Divina  em 1999.

Em 1983 começou, em sua casa, o trabalho espiritual por e sob orientação de guias espirituais. Alguns anos mais tarde surge o inesperado, seus mentores espirituais solicitam que ele se fechasse para o externo e se abrisse para o interno.

Rubens era médium de psicografia e foi através desse dom que ele pode trazer todo o sistema de Magia Divina para o plano físico, essa era sua verdadeira missão, além da religiosa.

Como escritor escreveu uma nova face para a Umbanda, batizada de Umbanda Sagrada, mas também deixou um legado importante para a posteridade, um sistema mágico baseado num sistema de cura e defesa simples mas com grande poder de atuação.

Para isso Rubens se afastou de São Paulo mudou-se com sua família para Minas Gerais e passou 3 anos praticamente recluso para receber todo o material da Magia Divina, assim como outros temas.

A missão nesse tempo era escrever os livros base da Magia Divina das Sete Chamas e preparar-se para os outros 20 graus que viriam com o decorrer dos anos.

Uma das missões de Rubens Saraceni era formar 7777 magos da Magia Divina das Sete Chamas Sagradas e partir daí liberar a Magia Divina para outros magos iniciadores além dele.

A Magia Divina surgiu como um bálsamo para os trabalhadores mediúnicos pois trouxe cura, defesa e  reequilíbrio espiritual. Rubens era um homem comum sujeito aos mesmos males de qualquer outro ser humano e rogava a Deus que encontrasse maneiras simples mas poderosas de se proteger e também ensinar seus semelhantes a se protegerem de energias nocivas e desequilibradas.

A Magia Divina é exatamente isso, um manancial de conhecimento de uso simples e conectado as fontes divinas primárias da criação e sustentado por essas energias, além da própria egrégora formada por magos formados nos graus da Magia Divina, que vai se fortalecendo cada dia mais.

Fácil de operar, só exige do mago iniciado criatividade, desejo e vontade de um trabalho bem feito.

A Magia Divina trás um sistema mágico iniciático com conhecimentos sagrados e primordiais, uma ciência divina. E por esse motivo tem um poder de cura e resultados fora do comum.

De resultado imediato, trabalha em todos os setores da vida de um ser humano desde questões da alma, espirituais até  financeiras e processos de vidas passadas.

Assim chega a Magia Divina em 1999, pela primeira vez ao público. A primeira turma da Magia das Sete Chamas  formada por pessoas interessadas em uma ferramenta diferente, mas também confiantes no trabalho que já se notava importante de Rubens Saraceni. E assim tem sido desde então.

A princípio a Magia Divina ficou reclusa a própria Umbanda pelo próprio antecedente de Rubens Saraceni, sendo Umbandista e fazendo parte atuante do meio era muito conhecido e naturalmente seu público era os umbandistas e frequentadores de terreiro.

Isso vem mudando nos últimos anos e cada vez mais pessoas se interessam pela Magia Divina como técnica de cura e reequilíbrio, mas também como potencializador de outros processos terapêuticos.

Mestre Rubens (como é chamado até hoje) era uma pessoa muito racional e frequentemente  convidava médiuns de habilidade mediúnica clarevidente para testar se a Magia Divina se ativava e como funcionava e catalogava os resultados da magia sempre que possível.

São quase vinte anos de muitos relatos de casos positivos em todos os setores da vida cotidiana desde doenças graves até oportunidades de emprego.

A Magia Divina é fácil de aplicar, ela pode ser feita através de mandalas  que são visualmente maravilhosas e portais de ativação para que o mago através de suas ordens mágicas atue em benefício do seu semelhante, ou, mentalmente através do desejo do mago e sua necessidade.

A Magia Divina não pode ser usada de forma negativa, simplesmente ela não se ativa!

Quando ativada  faz um trabalho simplesmente difícil de explicar, com resultados extraordinários,  é mesmo mágico.

A Magia Divina é dividida em graus, atualmente 33 graus. Pode-se considerar graus ou estágios.

Cada grau tem uma especificidade, atinge um bloco de informações. Começando com a Magia das Sete Chamas Sagradas ou Magia do Fogo.

Eu acredito que a Magia Divina tem uma estrutura inteligente: A Magia do Fogo é uma ótima magia pra quem esta iniciando, pessoas amam o Fogo e é altamente purificador, uma magia que trás muito fundamento, material didático altamente potencial. Os outros graus vêm com nuances diferentes agregando cada vez mais poder ao mago iniciado.

Um bom mago pode fazer um trabalho maravilhoso apenas com um grau ou um trabalho fabuloso e mais minucioso com o acréscimo de outros graus.

 

 

rubens saraceni

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: