Umbanda, Candomblé e Kardecismo

Quando você descobre que tem mediunidade fica ávido por informações. Sobre essas três filosofias temos a dizer que, em comum, elas tem uma conexão forte com o mundo espiritual através de contato com espíritos através da comunicação, incorporação e irradiação de divindade.

As manifestações mediúnicas já existiam antes de Alan Kardec codificar a doutrina e torná-la acessível ao mundo. Na verdade manifestações mediúnicas sempre existiram e a bíblia fala de algumas delas, afinal se você escuta Deus alguma manifestação mediúnica esta presente na sua vida para poder fazer a tradução.

No candomblé percebemos a manifestação de vários cultos (Queto, Voduns, Tambor de Minas etc) com a adoração de um panteão de mais de 150 qualidades de Orixás/ Divindades. Dentro do culto não existe incorporação de espíritos mas sim de Divindades, todo o processo ritualístico é secreto e passado através de gerações segundo a sua árvore original. No Brasil os remanescentes dessas tribos africanas, muitas vezes inimigos, se juntaram e juntos foram reescrevendo os cultos de nação, levando em conta as suas tradições originais, os portugueses e os índios.

A Umbanda é a mais jovem de todos, com pouco mais de 100 anos, trás do Candomblé o culto há alguns Orixás, do espiritismo o senso de amor e caridade ao próximo. Hoje a Umbanda conta com mais de 20 denominações: Umbanda Branca, Esóterica, Umbandomblé, Umbanda Traçada, Sagrada, Umbandaime, de Raiz, Tradicional, Omoloco, Xamânica só pra citar algumas.

Dá pra perceber que são diferentes. No Candomblé a roça é uma família, a ancestralidade é levada muito a sério e os conceitos são passados de pai pra filho. As informações são veladas e (o) ou (a) Babayalorixa são muito respeitados dentro dessas hierarquias. O jogo de búzios é o meio de adivinhação ou atendimento dentro dessa filosofia religiosa.

A Umbanda também pode ser tradicional, mas como cada casa tem liberdade para traçar sua própria doutrina e organização, cada casa é uma casa. Existe uma bibliografia hoje bem atual sobre a doutrina e experiências vivenciadas dentro de terreiros. A Umbanda tem atraído muitos jovens e tem mostrado sua força ao mesmo tempo respeitando as tradições.

O espiritismo também hoje conta com algumas vertentes entre elas a Kardecista e a de Ramatís, nessas doutrinas a base de fundo são os livros de Alan Kardec assim como os de Chico Xavier entre outros.

O mais importante entre todas essas filosofias religiosas é o que ela trás para cada um dos seus frequentadores. As religiões devem ter como meta a religação do ser com a fonte criadora Deus, Olorum, Zambi. Não importa o nome que se dê a fonte criadora mas sim como cada um se sente a respeito dela.

Nenhuma religião tem o poder de ditar regras mas sim de libertar o ser humano de dogmas que o reprimem ou o tornam escravo.

A etmologia da palavra religião é religare ou religio que significa “respeito pelo sagrado”.

Não importa qual a sua religião o que importa é como você se porta com outros por conta dela.

Resultado de imagem para religião

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: