Médium na Umbanda

As vezes você nasce médium, outras vezes você descobre tardiamente. Descobrir que você é médium pode ser um pouco assustador pois é um mundo desconhecido e você vai começar a se desenvolver.

O desenvolvimento é no dia a dia do terreiro, participando das giras sobre a irradiação dos Orixás, é a aproximação da energia do guia, o aprendizado sobre as regras da casa e respeito por elas.

“Para um médium iniciante, este é um momento único em sua vida, e também um período de transição, onde todos os seus valores religiosos anteriores de nada lhe valem, pois outros valores lhe estão sendo apresentados. Para todos os seres humanos esse é um período extremamente delicado em suas vidas e não são poucos os médiuns que se decepcionam com a falta de compreensão ou informação e até mesmo a falta de atenção que recebem de algumas casas.”

A Umbanda não tem codificação, muito embora haja livros com esse propósito, ainda assim são os Dirigentes ou Chefes de terreiro que criam as regras para o desenvolvimento do novo médium. E o médium tem que confiar que isso é suficiente e seguir as regras da casa.

As vezes isso pode gerar medo e insegurança no novo médium. É importante o médium abrir um diálogo para fazer suas perguntas e tirar dúvidas.

Minha experiência com terreiros foi bem interessante, primeiro você começa a participar dos dias de gira. Fica durante toda a gira de atendimento e no final do trabalho entra dentro do Congá e é assistido pelos médiuns da corrente enquanto vai adaptando seu corpo espiritual, sentindo a presença do guia, em qual chacra ele vibra, compreendendo a energia, alimentando a conexão.

Aos poucos você vai tomando corpo e calibrando as energias e é convidado a participar de giras fechados onde são passados conceitos e a incorporação é treinada.

O tempo que se leva desde o princípio do trabalho de desenvolvimento até a liberação para atendimento da assistência, pode levar anos ou não. Depende do terreiro, da estrutura mediúnica do médium, do seu comprometimento e até mesmo habilidade de se comunicar e sentir os guias, mas não necessariamente. Lembrando que cada terreiro tem suas próprias regras. Você pode começar como cambone e ir evoluindo ao longo do tempo até virar médium de atendimento.

IMG-20180908-WA0011

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: